quarta-feira, 28 de agosto de 2013

#Partiu Peggy Sue - Último dia

Acabou!
Fica decidido que eu odeio tricotar mangas, porque elas são boring, mesmo tendo que mudar de cor tricotar essas mangas 100% em ponto meia não é um desafio pra minha criatividade. Vou fazer uma comparação com aulas de inglês: tricotar essas mangas em ponto meia é igual ficar cinco anos tendo a mesma aula do verbo "to be". 
Pra quem quiser tricotar mangas compridas nesse casaco e é perdido como eu as indicações são as seguintes: Pegue o máximo de pontos do corpo do tricot quando for juntar as mangas novamente, no meu eram 4 pontos. Depois disso diminua 1 ponto a cada 10 carreiras até chegar na cotovelo quando passar do cotovelo (aquela parte bem gordinha) comece a diminuir um ponto a cada cinco carreiras. Fácil assim.

Essa aí sou eu e o meu casaco que como diria a minha amiga Priscila: cumpre a sua função social. Ou seja, o vestido não fica feio e escondido dentro do casaco. E o vestido que a Ana Paula escolheu.


Vem aí...receita traduzida do Peggy Sue

6 comentários:

  1. Que linda! Ouvindo meus conselhos sobre as cores dos vestidos.
    Pretendo chegar ao nível te entender as tuas receitas :)

    ResponderExcluir
  2. kkkkk. Cumpriu muito bem sua função social Lari, ficou xica e linda!

    ResponderExcluir
  3. Larissa, ficou muito gracioso. Eu também acho entediante tricotar mangas longas só em ponto meia, mas tem que ser feito, né?

    bjs

    ResponderExcluir
  4. Tem razão mangas são bastante cansativas mas faz parte do conjunto.
    Falando em conjunto eu adorei o vestido, tão lindo quanto seu novo casaquinho.
    Super charmosa srta. Lara!

    ResponderExcluir
  5. Mas como ficou lindo!! Perfeito sobre o vestidinho:) Mangas são um saco mesmo! quando chego nelas tenho vontade de chorar hohoho

    bjinhos

    ResponderExcluir